Como emitir uma NF-e

  • Por: Ricardo Garutti
  • há 1 ano

Veja a seguir como fazer uma emissão de nota fiscal eletrônica (NF-e) com seu emissor OGestor.

Vamos demonstrar um exemplo simples de uma nota fiscal de venda de produtos.


Acesse o menu lateral, na parte de "Notas de Saída" e clique na opção "Emitir nota".

Emitir nova nota

Emitir nova nota

Aba NFe

Esta é a aba inicial para configurar os dados da nota fiscal. Algumas informações já vem como padrão para emissão de uma simples nota de venda.

Se precisar, dependendo da sua venda, coloque o campo "Consumidor final" como "sim" ou "não".

Ajuste o campo "Indicador de Presença" conforme sua necessidade. Para as vendas feitas diretamente no seu estabelecimento comercial ou clientes com cadastro no mesmo estado, deixe a opção "Operação Presencial". Para clientes com cadastro fora do estado ou vendas feitas fora do estabelecimento, selecione uma das opções "Não Presencial" disponíveis.

O tipo de operação "Saída" é o padrão para notas de venda. Data e Hora de Saída são preenchidos automaticamente.

No campo "Natureza da Operação" deixe como "Venda" ou conforme orientado por seu contador.

Aba "NFe"

Aba "NFe"

Aba Destinatário

Nesta parte informamos os dados do destinatário da nota fiscal.

Para opção de Pessoa Jurídica é possível informar o número de CNPJ e fazer uma busca das informações pelo site da Receita Federal, clicando no botão "Buscar na Receita".

Caso já tenha NF-e transmitido no sistema é possível buscar as informações do destinatário salvas através do botão "Buscar". Informe a Inscrição Estadual caso o destinatário possua.

Aba "Destinatário"

Aba "Destinatário"

Aba Produtos

Nesta parte são inseridos os produtos que vão sair na nota fiscal. Clique no botão verde ao lado "Adicionar".

Aba "Produtos"

Aba "Produtos"

Vários campos irão aparecer para colocar os dados do produto. O campo "Código do Produto" é para inserir um código próprio do emitente, exemplo, 001, Prod01, etc.

O campo ao lado é para inserir o código de "Nomenclatura comum do Mercosul" (NCM). Cada tipo de produto possuí um código de 8 dígitos válido, conforme convenção. Dúvidas, consulte seu contador ou o fornecedor do produto.

No canto direito tem o campo de "Código Fiscal de Operações e Prestações" (CFOP). Precisa informar o código correto para notas de venda. Existe vários códigos de CFOP, alguns referentes a entradas de mercadorias, outras para saída, alguns indicando operação dentro do estado, outros para fora do estado, etc. Consulte seu contador para a escolha certa do CFOP a ser utilizado.

Inserindo produtos

Inserindo produtos

Logo abaixo vem o campo para colocar a descrição do produto que vai sair na nota fiscal. Não utilize caracteres especiais como !@#$%¨&*. Também não deixe espaços em branco no começo e final da descrição.

Descrição do produto

Descrição do produto

Seguindo, há um campo para indicar que o valor deste produto será somado ao valor total da nota. Deixe como o padrão, "sim".

Ao lado, existe o campo de "Código Especificador de Substituição Tributária" (CEST). Apenas informe o código correto, referente ao NCM utilizado, somente quando houver o caso de Substituição Tributária do produto. Existe uma relação de NCM e seus respectivos CEST. Dúvidas fale com seu contador. Se não houver nada relacionado a Substituição Tributária, deixe apenas o "0"(zero) padrão.

Valor total do produto na nota e CEST

Valor total do produto na nota e CEST

Mais abaixo, do lado esquerdo, é possível configurar o código de barras do produto, padrão EAN, tanto para comercial quanto para tributável. O correto é informar este código, caso exista para o produto. Dúvidas, fale com seu contador.

Ao lado, será informado a unidade de medida do produto (KG, M2, PC, UN, etc), normalmente o mesmo para comercial e tributável.

Do lado direito tem o campo de "Quantidade Comercial", é onde deve ser informado a quantidade vendida do produto para sair na nota. Após informar, clique com o botão "tab" do seu teclado que irá preencher o campo "Quantidade Tributável" automaticamente.

Código de barras, unidade de medida e quantidade

Código de barras, unidade de medida e quantidade

Seguindo abaixo, informe o valor unitário do produto. Após informar no campo de "Valor unitário de comercialização" clique com o "tab" do teclado para preencher automaticamente o campo de "Valor unitário de tributação".

Valor unitário

Valor unitário

No campo "Valor total bruto" irá aparecer o valor unitário multiplicado pela quantidade informada. Conforme a imagem a seguir, é possível informar algum desconto, valor de frete, seguro ou outras despesas referente a este produto, caso necessário.

Valor total, descontos, despesas, frete.

Valor total, descontos, despesas, frete.

Abaixo, um campo opcional para colocar informações adicionais sobre o produto. As informações deste campo serão mostradas abaixo de cada descrição dos produtos.

Informações adicionais

Informações adicionais

Impostos

Nesta parte mais abaixo estão os campos para configurar os impostos de cada produto.

A primeira parte é de ICMS. Mais ou menos campos podem aparecer para serem preenchidos, dependendo do código CST (Regime normal) ou CSOSN (Simples Nacional) configurado. Os códigos de regime normal são diferentes de simples nacional. Dúvidas, consulte seu contador.

Se houver algum percentual a ser calculado e informado na nota é preciso informar a base de calculo, o percentual e o valor calculado nos seus respectivos campos. O sistema emissor não faz nenhum calculo automático de impostos.

Lista de códigos CST para regime normal

Lista de códigos CST para regime normal

Lista de códigos CSOSN para Simples Nacional

Lista de códigos CSOSN para Simples Nacional


Mais abaixo está a parte para informar dados sobre o IPI do produto. Valores e percentuais deverão ser inseridos manualmente. Outra lista de códigos, só para IPI, fica também disponível nesta parte. Se não precisar informar nada sobre IPI, apenas deixe o código na opção "Selecione" (padrão).

Configuração de IPI

Configuração de IPI

Os campos finais mais abaixo dos dados do produto são de PIS e COFINS. Também possuem sua lista específica de códigos. Novamente, dados de valores e percentuais deverão ser informados manualmente, dependendo do código utilizado.

Configuração de PIS e COFINS

Configuração de PIS e COFINS

Após todos os campos configurados, volte na parte de cima da tela e clique no botão verde "Salvar" para confirmar os dados do produto na nota fiscal. Repita todo este procedimento de inclusão de itens com quantos produtos precisar incluir na nota fiscal.

Salvando o produto na nota

Salvando o produto na nota

Aba Totais

Nesta aba aparece apenas um resumo com os totais inseridos de todos os produtos da nota. Valores dos produtos, base de calculo, impostos. É apenas para simples conferencia. Se tiver algum valor incorreto, volte e altere nos produtos.

Valores totais somados da nota

Valores totais somados da nota

Aba Transporte

Nesta parte são informados dados sobre transportadora e volumes transportados, caso seja necessário.

No campo "Modalidade de Frete" escolha uma das opções disponíveis. Se não tiver nenhum tipo de transporte apenas coloque a opção "Sem frete".

Aba "Transporte"

Aba "Transporte"

Caso seja preciso despachar os produtos, informe nos campos abaixo os dados da transportadora utilizada. Com o número de CNPJ clique no botão "Buscar na Receita" para preencher os campos automaticamente.

Dados da transportadora

Dados da transportadora

Mais abaixo informe os dados dos volumes transportados e dados do veículo utilizado (opcional). No campo "espécie" informe se os volumes são, por exemplo, caixa, fardo, palet, etc.

Volumes e dados do veículo transportador

Volumes e dados do veículo transportador

Aba Cobrança

Aqui serão informados dados referente ao pagamento da nota fiscal. É uma informação obrigatória a partir da NFe 4.0. Lembrando que é apenas uma informação para a emissão da NF-e. Esta parte não faz nenhum tipo de controle financeiro das suas notas emitidas.

No primeiro campo a esquerda, indique uma das opções "Pagamento a Vista" ou "Pagamento a Prazo". Em seguida, selecione um dos meios de pagamento disponíveis (Dinheiro, cheque, cartão, boleto, etc). Após isso o campo valor ficará preenchido automaticamente com o total da nota. Por fim, apenas clique no botão verde ao lado, "Adicionar pagamento".

Aba "Cobrança"

Aba "Cobrança"

Caso selecione o meio de pagamento como "boleto" precisa informar o número de fatura, conforme imagem abaixo, bem como o valor original, valor de desconto (opcional) e valor liquido.

Informe também, mais abaixo, o valor de cada duplicata (pagamento) e no próximo campo o vencimento. Clique no botão verde "Adicionar". Faça isso com quantos pagamentos tiver esta nota (1x, 2x, 3x, etc).

Fatura e duplicatas

Fatura e duplicatas

Aba Inf. Adicionais

Nesta aba são inseridos as informações adicionais que irão sair na NF-e. O campo "Informações Adicionais de Interesse do Fisco" são informações de relevância fiscal, normalmente definidos por sua contabilidade. Dúvidas consulte seu contador.

O campo ao lado são de informações gerais, diversas, como exemplo, número do pedido de compras do clientes, observação do solicitante, etc. Ambos os campos podem ser opcionais.

Aba "Inf. Adicionais"

Aba "Inf. Adicionais"



Após todas as abas preenchidas, clique no botão acima "Salvar". Com isso irá gravar os dados e gerar o número da nota.

Após isso, clique no botão "Validar" para o sistema verificar se todos os campos obrigatórios foram preenchidos. OBS: na validação, o sistema não confere a "qualidade" dos dados digitados, apenas se a montagem da NF-e está seguindo o padrão da Sefaz. Quantidade de itens, valores de preço, impostos e alíquotas, são de responsabilidade do emitente.

Depois de validada, é possível ver uma "prévia" da NF-e antes de ser transmitida, para simples conferencia (sem valor fiscal), clicando no botão "Pré-Visualizar".

Salvando e validando a Nota

Salvando e validando a Nota

Com isso a nota estará pronta para ser transmitida. Acesse o menu lateral e clique na opção "Transmitir para Sefaz". Para usuários de certificado A3 (cartão ou token) o mesmo já deverá estar conectado no computador e com o programa Macrosigner aberto.

Transmitir a nota para sefaz

Transmitir a nota para sefaz

Uma vez que a nota esteja salva, validada e assinada digitalmente de forma correta (feito pelo sistema+certificado digital) ela irá aparecer nesta tela para ser transmitida. Basta selecionar ela do lado esquerdo e clicar no botão acima "Transmitir para Sefaz".

Transmitindo para Sefaz

Transmitindo para Sefaz

Com a transmissão e autorização da NF-e com sucesso, o sistema irá disponibilizar os ícones para abrir o PDF da nota (Danfe) e o arquivo XML. Também é possível acessar estes arquivos ao clicar no menu lateral "Listar notas", onde aparece a nota fiscal. Se após clicar para transmitir a nota aparecer alguma mensagem de rejeição ou erro, verifique a informação e faça a correção na nota. Dúvidas quanto aos erros e rejeições, fale com nosso suporte técnico atravês do chat online no sistema ou telefone 11 4949-4452.


QUEREMOS SUA OPINIÃO!!! Avalie este conteúdo nos campos abaixo. Se desejar, deixe seu comentário e nos ajude a melhorar ainda mais nossos conteúdos sobre os sistemas OGestor. Vamos lá?