Novos preenchimentos para prestador de serviço de transporte

  • Por: Ricardo Garutti
  • há 2 meses

A sefaz colocou no ar um novo conjunto de validações de informação dos MDFe a partir de 08/09/2020. Estas validações afetam os emitentes de MDFe na modalidade Rodoviário (padrão do sistema) que sejam prestadores de serviços de transporte de cargas (normalmente transportadoras) e que estejam fazendo o MDFe para um único documento a ser transportado (apenas 1x CTe).

Resumindo:

  • Ser MDFe de modal Rodoviário e,
  • Ser emitente como prestador de serviço de transporte de cargas e
  • Indicar apenas um único documento (CTe) dentro do MDFe.

Nestas condições, basicamente, a sefaz passa a exigir informações no MDFe como produto predominante e localização do carregamento e descarregamento.

Todas estas informações poderão ser preenchidas nos novos campos disponíveis na aba INF CARGA, abaixo dos campos de CIOT.

Informações do produto predominante.

Nesta parte, preencher o tipo de carga, descrição produto predominante (costuma ter no CTe) e NCM do produto (costuma ter a nota fiscal). O código de barras não é obrigatório.

Informações sobre produto predominante

Informações sobre produto predominante

Segue abaixo uma imagem com a lista de tipos de carga disponibilizado segundo a sefaz.

Opções de tipos conforme sefaz

Opções de tipos conforme sefaz

Carga Lotação.

Nesta parte a sefaz cobra informar a localização do carregamento e descarregamento da carga (eles chamam esta parte de CARGA LOTAÇÃO). Você pode preencher usando o CEP de cada local ou em ultimo caso a latitude e longitude, no caso de localização remota.

Informações de localização do carregamento e descarregamento

Informações de localização do carregamento e descarregamento

Pronto, com isso você evita rejeições da sefaz com a nova validação em vigor a partir de 08/09/2020.